Finalidade maior da vida humana

A Vida como oportunidade evolutiva

Oportunidades. O mecanismo das vidas intrafísicas sucessivas permite que as consciexes [consciências extrafísicas; espíritos; almas] vivam fisicamente na escola-hospital da Terra para servirem (fraternidade) umas às outras. Isso representa a finalidade maior da vida humana. A assistência mútua se faz, logicamente, através de encontros (conviviologia) entre as conscins (humanidade). Uma ressoma [renascimento] no Século XX, dentro da aldeia global, ou da convivência intensificada da Socin Moderna, nesta época da aceleração da História, permite mais encontros entre as pessoas, em uma semana, do que quando vivíamos uma vida humana inteira durante a Idade Média.

Crianças. As crianças que entram hoje para o primeiro ano primário na escola, já viveram diversas existências, em comparação aos seus avós. Isso significa que a nossa vida humana atual, como utilidade evolutiva, vale dezenas de vidas intrafísicas do nosso passado, mesmo recente, porque possibilita número incomparavelmente maior de encontros com outros seres humanos e, portanto, maiores oportunidades de assistência mútua entre nós.

Projeciologia. As projeções conscientes, através dos encontros extrafísicos com a para-humanidade, aumentam ainda mais, de modo extraordinário, essas possibilidades de assistência mútua entre as conscins em geral, as conscins projetadas e as consciexes.

VIEIRA, Waldo. Projeciologia: Panorama das Experiências da Consciência Fora do Corpo Humano. Editares. 10ª Edição (2008), ISBN 85-98966-15-0, p. 830.

Cosmoética: Ética Cósmica

Cosmoética, subcampo da Evoluciologia, é a especialidade da Conscienciologia dedicada ao estudo da ética ou moral cósmica, multidimensional, além da moral social intrafísica.

Sinonimologia: 1. Código de ética dos serenões; ética avançada; ética multidimensional; moral cósmica; 2. Ética. 3. Lei do retorno; lei cármica. 4. Justiça universal. 5. Exemplarismo assistencial. 6. Autoincorruptibilidade.

Antonimologia: 1. Anticosmoética. 2. Aética; anética; antiética. 3. Auto-corrupção. 4. Ética momentânea 5. Lei de Gerson. 6. Ética humana.

Cosmoética - Errar apenas por ignorância, jamais por má intenção.jpg

Algumas considerações da Cosmética, por Waldo Vieira:

‘A Cosmoética pede a agilização do nosso autoconhecimento. Isso acontece através da maturidade, do discernimento, da lógica, da autocoerência, das prioridades conscienciais, do livre-arbítrio individual e da auto-evolução planejada.’

‘O Carma (holocarma) é a lei de causação cosmoética, que não castiga nem recompensa, nem cria nem designa nada, mas dirige infalível e pensenicamente todas as demais leis geradoras de certas conseqüências, no conjunto das ações multidimensionais da consciência, dentro da planilha da sua evolução incessante.’

Podemos também prever que os níveis de assistência extrafísica*** são unidades cosmoéticas de medida de sucesso ou fracasso da consciência na vida intrafísica. No planeta Terra a grande maioria das consciências ainda são anticosmoéticas e não querem repartir os sacrifícios, mas apenas lograr benefícios em tudo que fazem, ocasionando a lei anticosmoética do menor-esforço.    

***Assistência Extrafísica: assistência realizada por personalidades geralmente denominadas “Amparadores”, os quais descartaram o corpo (temporariamente), vivendo e atuando a partir da dimensão Extrafísica (Além-da-Dimensão-Física) com maior visão de conjunto e menor restringimento de sua lucidez, aplicando ao máximo os princípios da Cosmoética em auxílio às outras Consciências, sempre norteados pelo valor Cosmoético “Que Aconteça o Melhor para Todos”.

Para alcançar a Cosmoética é indispensável vivenciá-la”.

(VIEIRA, Waldo)

A Cosmoética não apresenta meio termo ou uma semicosmoética.

(VIEIRA, Waldo)

Fontes:

Mar Sem Fim – Amyr Klink

Boat.jpg

Um homem precisa viajar por sua conta, não por meio de imagens, livros ou tv. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor. E o oposto.  Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sobre o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos e simplesmente ir ver.

Amyr Klink

Liberdade

Bird, clouds.jpg

“Cada um segue o seu caminho, não importa o que pensem… E isso nos faz descobrir nosso verdadeiro ser… a Liberdade é parte do seu ser. Devemos rechaçar o que nos tolhe a Liberdade. Não precisamos de rituais ou superstições para viver. Você é livre para ser o que quiser.  Voe!”

“Para voar você não precisa de fé. Precisa entender como se voa.”

Fernão Capelo Gaivota (Richard Bach)